Arquivos
  
Contato/Equipe
  
Forúm
  
Hosting
  
  
  
  
 
Hentai database
  
General info
  
Editorial
  
Osts
  
Hentai
  
Misc
  
Fã area
Pokemon go
  
Club hentai
  
 
    
  
Buscapé preços

   

  
gamen00bs.com Ajudando Você A Completar sua coleção
  

  

   
 
 
 
  
  Index >> Editorial >> Censuras
  

Dragon Ball
1ª Censura
No primeiro capitulo.....lembra quando aquele pterodátilo pega a Bulma? Você lembra que da Bulma sai um liquido esgranho? Pois então.....aquilo era mijo!! No Brasil (censurado) ela fala....”Goku me tire daqui! “ e no original:........”Me mijei toda!!”

2ª Censura
O outro corte foi quando Goku dorme com Bulma entre as pernas dela. Como Goku nunca tinha visto uma mulher na vida, quando ele foi dormir com ela, ele fez como estava acostumado.....dormir entre as pernas do avô, mas quando ele dormia com seu avô ele sentia um certo volume..... e com Bulma ele não sentiu nada, então ele foi ver o que era..... ele levantou sua camisola e tirou sua calcinha!! Ele viu, bateu e gritou!( se fosse um cidadão normal.....iria fazer outra coisa...) -- No outro dia ela (Bulma) aparece já com a esfera do dragão do mestre Kame.....vocês não acharam muito estranho? É ai que está a coisa.....no original, logo pela manhã Bulma faz umas trocas indiscretas com Kame....ela mostra o que tem embaixo da camisola(sem calcinha é claro!) e ele dá sua esfera do dragão em troca, mas tinha um problema pior....na noite em que Goku tirou a calcinha dela, Bulma não havia percebido que estava sem calcinha e quando ela levantou a camisola o velho chegou até a desmaiar...

Yu-gi-oh!
1) Nomes
Todos já devem ter percebido que todos os nomes originais foram trocados. O argumento usado foi que eles queriam tornar o anime mais adeqüado às crianças(burrice né? sendo que com os nomes originais iam ter mais aldiência). Mas com isso eles criaram nomes doidos, que acabam fazendo a série ser muito pior em relação à original. Veja as traduções:
Jounouchi Katsuya- Joe Wheller
Anzu Mazaki- Tea Gardner
Honda Hiroto- Tristan Taylor
Mai kujaku- Mai Valentine
Shizuka Katsuya- Serenity Wheller
Pegasus J. Grawford- Maximilian Pegasus
Cynthia - Cecelia Pegasus
Keith Howard- Bandit Keith (a pronúncia correta é "quêiti")
Sugoroku Mutou- vovô (Salomon Mutou )
Insector Haga- Weevil Wonderwood
Dinosaur Ryusaki- Rex Raptor
Otogi Ryuji- Duke Devlin
Ryuta Kajaki- Mako Tsunami
Player Killer- Panic
Pandora- Arkana
Isis Ishtar- Ishizu
Malik Ishtar- Marik (lê-se "Mérik")

2) Ocultismo
Todos já perceberam o ar sombrio que Yu-Gi-Oh tem(lógico). Basta comparar o monstro mais famoso aqui, o Mago Negro e seu ataque magia negra, com o fofinho pokémon principal, Pikachu, e as diferenças já se mostram enormes. Como nos EUA o anime é, relacionado às crianças, a 4KIDS (responsável pela transmissão de vários animes nos Estados Unidos, como Yu-Gi-Oh e Pokémon) editou e cortou várias cenas que poderiam ter alguma relação ao satanismo e ao ocultismo. Uma das mais famosas edições é em relação à carta "Spellbinding Circle", o "Círculo de Magia", aqui no Brasil, também chamado no Japão de "Hexagram Curse". No fundo da carta existe uma figura que muitas pessoas acreditam que é um símbolo da bruxaria (a bruxaria negra tem como o símbolo o pentagrama de cabeça para baixo que parece um bode), mas é um exagrama, que tbm é um simbolo de bruxaria, por que pra invocar um demonio e lhe dar ordens esse simbolo tem que estar no chão. Com medo dessa confusão, a 4KIDS editou as cenas em que essa carta era usada e mudou a sua imagem.

3) Violência
Por que os americanos cortam as cenas violentas nos animes? É uma coisa quase que inexplicável, porque a maioria dos filmes com censura livre produzidos em Hollywood apresentam várias cenas exageradamente violentas. E com o nosso anime não foi diferente. Apesar do enfoque estar nos duelos, Yu-Gi-Oh apresenta, algumas cenas violentas. Uma cena que foi cortada pela 4KIDS foi no episódio 40, em que Téa (Anzu) lê o diário do Pegasus e narra a sua ida ao Egito. Na versão japonesa, após Shadi colocar o Olho do Milênio em Pegasus, o rosto dele (de Pegasus) aparece cheia de sangue, lógico, já que seu olho foi arrancado para dar lugar à uma relíquia. Mas os norte-americanos, sem nenhuma explicação, apagaram sem exeção o sangue da face de Pegasus, apenas para mostrarem que se "preocupam" com as crianças.
Outra cena modificada foi quando os capangas de Pégasus invadem a mansão de Kaiba e ele escapa pela janela. Na versão original eles atiram em Seto, que usa a maleta para desviar para a janela para que pudesse fugir. Na versão da Warner Bros, os capangas apenas apontam a arma e dizem que Pegasus tinha um presente parta ele!

5) Outros cortes e mudanças
" Mais?", você deve estar se perguntando. Sim, e muito mais. Um exemplo? Sabe o grito "YU-GI-OOOOOHHH"? Ele foi criado, para tapar os buracos deixados pelos cortes. Claro, depois de destruir os episódios, a 4KIDS precisava de alguma coisa para aumentar a duração. E o grito foi perfeito! Na versão japonesa nada disso acontece. Nada de coisas enormes e sem sentido.
E o Coração das Cartas? O fato de Yugi tirar sempre as cartas que precisa não tem nada com o Coração das Cartas, mas sim com o espirito do faraó. Essa porcaria foi criada para tampar frases impróprias para as crianças.
Quer mais? Lembra do episódio no reino dos Duelistas em que Téa vai mar banho e Mai fica convrsando com Joey, falando frases sem sentido? Pois é, não eram frases sem sentido, mas sim ameaças àqueles que chegassem perto do chuveiro. E quando Téa grita e diz que viu algo se mexer, não era algo, mas sim o Joey e o Tristan tentando ver ela pelada. Daí a Mai aparece para bater nos dois. Provavelmente essa cena foi considerada imprópria para menores, dái essa mudança ridícula!

Por: Matheus Lelis Silva Vicente